Dicas sobre assinatura de carros: saiba tudo sobre o serviço

Opção sintonizada com a otimização do tempo, a assinatura de carros tem conquistado cada vez mais adeptos no Brasil.

Uma opção que vem recebendo cada vez mais adesão na sociedade é a assinatura de carros. Com ela, é possível evitar muitos contratempos que a manutenção de um veículo exige, além de trazer uma oportunidade única: dirigir um carro novo por um custo bem menor do que o exigido em uma compra.

Com o aumento no trabalho remoto e a utilização cada vez maior dos aplicativos de mobilidade urbana, a assinatura tem recebido inúmeros adeptos.

Entenda o que é o serviço 

A assinatura de carros é uma espécie de aluguel que o cliente faz em locadoras com planos diferenciados, podendo ser quinzenal, mensal ou até mesmo anual. No momento de fechar o contrato, existem alguns critérios, como ser maior de 21 anos, possuir cartão de crédito no nome do titular da locação e também ser aprovado na política de crédito da empresa.

Geralmente, as locadoras impõem no contrato o limite de quilometragem permitido para cada período. Caso ultrapasse, o motorista deve pagar um valor a mais, ou seja, o serviço deve ser bem analisado antes de o contrato ser assinado. 

Dessa maneira, muitos motoristas estão vendendo os veículos próprios para rodar somente com os alugados, diminuindo preocupações com impostos e manutenção. Por isso, é preciso analisar bem a situação antes de tomar uma decisão nesse sentido. Afinal, é uma decisão que implica em muitas mudanças no estilo de vida.

Vantagens da assinatura de carros

A principal vantagem para quem opta pela assinatura de carros é a economia de tempo. Isso porque o locatário terá um veículo com seguro e todos os impostos quitados. Além disso, a locadora fica responsável pelas manutenções, ou seja, quem contrata o serviço pode se dedicar às atividades do dia a dia tranquilamente.

Outro fator favorável é a burocracia, bem menor se comparada a uma compra de um carro novo. Inclusive, o aluguel é uma excelente forma de combater a depreciação do veículo próprio.

Afinal, quando sai da concessionária após uma venda, o carro já perde cerca de 15% do valor pago, depreciação difícil de evitar, ou seja, o aluguel pode combater isso. Agora, se você roda pouco e faz pequenos deslocamentos ao longo da semana, pode ser uma boa opção. 

Desvantagens da assinatura de carros

Uma desvantagem que afasta muita gente da assinatura de carros é o alto custo. Para você ter uma ideia, o aluguel de um Chevrolet Onix fica em média R$ 1.649 por mês, valor bem superior a um financiamento, por exemplo.

Assim, ficar muito tempo com um carro por assinatura pode superar os custos com a entrada, parcelas, seguro e IPVA, ou seja, comprar um veículo novo ou usado pode trazer mais economia se você fizer um devido planejamento. Além disso, quem aluga um carro em determinados momentos deixa de ter as facilidades que somente um veículo próprio traz, o chamado custo de disponibilidade.

Isso porque nem todas as pessoas estão dispostas a ficar esperando um Uber chegar ou perdendo tempo em um ponto de ônibus. Há situações no dia-a-dia que exigem rapidez e somente quem é proprietário de um carro pode sanar esse problema.

Outra desvantagem é que o automóvel nunca será seu, ou seja, todo o dinheiro investido no decorrer dos meses ficará com a locadora. Portanto, diante das vantagens e desvantagens, a dica é sempre pesquisar a condição de vida sua e de sua família antes de decidir se vale ou não a pena fazer uma assinatura de carros.