Ethereum: conheça uma das maiores criptomoedas globais

Sendo um meio de pagamento já aceito em vários segmentos da economia, a criptomoeda é uma forma de capitalização que vem se popularizando cada vez mais no Brasil. Inclusive, vários investidores utilizam os bons rendimentos da moeda digital para conseguir ganhos acima de qualquer outra aplicação. Entre várias opções, o Ethereum é a segunda mais popular, ficando atrás apenas do Bitcoin. Sua valorização já supera a das demais criptomoedas.

Descubra o que é Ethereum

Também conhecida como Ether, essa criptomoeda foi desenvolvida em 2013 pelo programador canadense Vitalik Buterin na plataforma Ethereum, entrando no ar somente em julho de 2015. Trata-se de uma moeda digital com uma capitalização de mercado na ordem de  R$ 1,74 trilhão em sua história.

A rede surgiu para descentralizar ativos em uma tecnologia que cria contratos inteligentes, com foco em sua valorização. Trata-se de um sistema descentralizado e autônomo, com mais rapidez em comparação ao Bitcoin.

Com ela, é possível “tokenizar” ativos, de casas a obras de arte. A Ether tem protocolos comparados a contratos de propriedade em uma realidade que tokeniza tudo, 24 horas, sete vezes por semana, ou seja, é uma verdadeira febre que mobiliza comunidades que valorizam a descentralização e a criação de novos tokens.

É importante destacar que o token é um registro digital, como uma espécie de chave que permite acesso a algo. Nesse caso, seria uma propriedade intelectual que prova que você é o dono de algum bem material. Portanto, é um símbolo que estabelece o contrato, sem depender da mineração. 

Em relação ao Ethereum, existem infinitos tokens, contribuindo imensamente com a valorização. Inclusive, a estrutura dessa moeda digital é flexível e adaptável, sendo construída em uma rede customizada. A tecnologia pode armazenar registros como transações públicas, tendo uma distribuição por meio de criptografia, trazendo mais segurança operacional.

Compra e venda

As compras e vendas da Ethereum são realizadas por meio de contratos inteligentes em aplicações financeiras. Elas podem acontecer em meios computacionais, governança e até mesmo em contratos de qualquer natureza. É preciso implementar o código aberto com as principais linguagens de desenvolvimento, podendo ser acessado por profissionais especializados. Desde que foi criado, o Ether já valorizou 30.000%.

Mas para aproveitar os bons momentos nada melhor que contar com corretoras especializadas em compra e venda, fazendo o investimento no momento propício para obter uma boa rentabilização. Afinal, os cenários são analisados e há profissionais qualificados que auxiliam nos investimentos, sempre com gráficos demonstrando as variações do mercado.

Dicas para obter lucros

A compra de criptomoedas é um excelente investimento, desde que seja realizada com cautela e sempre com uma estratégia a longo prazo. Assim, os riscos contribuirão para resultados satisfatórios, pois as oscilações serão saneadas com seguidas valorizações. Contudo, é preciso escolher o melhor criptoativo, afinal são mais de 9 mil criptomoedas.

Dentro desse vasto universo, o Ethereum é um investimento com alta volatilidade, o que aumenta os riscos, mas também traz ganhos jamais imaginados quando está em valorização. Para você ter uma ideia, o valor pode oscilar mais de 20% em apenas um dia. E um grande atrativo é que essa criptomoeda já valorizou mais de 2.600% somente nos últimos meses de 2021. Além disso, o Ether faz parte do seleto ranking das maiores criptomoedas do mundo, ficando ao lado do Bitcoin, Binance, XRP, Theter, Cardano e Dogecoin, ou seja, a capitalização é sempre bem atrativa e pode te surpreender.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.