Imigração chinesa no Brasil: história e mistura de culturas

A presença de chineses no Brasil ocorre desde o século XIX, com cada vez mais imigrantes trazendo seus hábitos e cultura para terras brasileiras. Com o tempo esses costumes foram tão enraizados no nosso cotidiano que nem nos perguntamos de onde eles vieram.

O estado de São Paulo é o local brasileiro com maior número de imigrantes asiáticos e seus descendentes, por essa razão há grande quantidade de comércios e eventos. Além disso, não é necessário morar na cidade para conhecê-los, pois há vários trajetos que podem ser feitos de ônibus para chegar na capital, como de Botucatu a São Paulo. Assim você poderá conhecer mais sobre a cultura chinesa e ter experiências incríveis.

Início da imigração chinesa

A presença de chineses no Brasil é conhecida desde o início do século XIX, quando eles vieram trabalhar nas plantações de chá. Ao longo deste período, mais de 3.000 chineses imigraram para cá para trabalhar nas plantações, primeiro no Rio de Janeiro e, anos depois, em São Paulo, estado onde atualmente há maior presença deles no país.

Oficialmente a imigração chinesa para o Brasil teve início em 15 de agosto de 1900, quando alguns imigrantes chineses desembarcaram no Rio de Janeiro e se hospedaram em São Paulo. Porém, a presença deles no país é conhecida desde o século XIX, quando eles vieram trabalhar nas plantações de chá.

Esse processo de imigração aumentou a partir de 1950 por conta de conflitos na China, então os chineses vieram para o Brasil construir uma nova vida aqui. Em 1980 houve a abertura do país para o Ocidente, então vários empresários chineses vieram para o Brasil desenvolver seus empreendimentos.

Influências dos costumes chineses no Brasil

A presença de chineses no Brasil já tem alguns séculos, mas a influência de sua cultura na nossa é mais antiga do que isso. Vemos esse impacto na arte sacra desde o Brasil colonial, com a ilustração de dragões que são importantes figuras na cultura chinesa.

Também há referência aos chineses na literatura, como no conto Orientação de Guimarães Rosa, que utiliza um personagem chinês para traçar os pontos em que nossas culturas se misturam.

A culinária chinesa e as artes marciais são outro elemento de destaque dentre as influências que temos, já que existem vários estabelecimentos voltados para esses serviços.

Além disso, adquirimos hábitos da cultura chinesa em algumas atividades de lazer, como soltar pipa, acender fogos de artifício, utilizar roupas de seda coloridas e decoradas, entre vários outros costumes.

Ibrachina

Por mais que o processo de imigração chinês para o Brasil seja antigo, é necessária a existência de órgãos oficiais que promovam essa integração entre os países. O Ibrachina — Instituto Sociocultural Brasil-China existe na cidade de São Paulo visando promover uma interação sociocultural, divulgando a cultura chinesa no país.

O instituto desenvolve várias atividades voltadas para a tecnologia, educação e desenvolvimento ao longo dos anos, para realizar essa associação entre as culturas sem deixar de lado as tradições de ambas.

A China em São Paulo

A cidade de São Paulo possui a maior concentração de chineses do país. Com vários comércios de roupas, artefatos e comida, a cultura chinesa faz sucesso na capital. Como vimos nos tópicos acima, a primeira onda de imigração chinesa para São Paulo que se tem registro oficial é de 1900, e desde então o número de imigrantes só aumentou.

A vinda de empresários chineses para o Brasil também impulsionou o desenvolvimento do comércio dos imigrantes em São Paulo e no resto do país. Por causa disso, é comum ver especialmente no centro da cidade um grande número de estabelecimentos chineses.

Ano-Novo Chinês

Entre os vários estabelecimentos e atividades realizadas na cidade de São Paulo para disseminar a cultura chinesa, o Ano Novo Chinês é, sem dúvida, a maior atração para quem quer conhecer mais sobre essa cultura.

Realizado anualmente na Praça da Liberdade, essa comemoração ocorre no final de janeiro ou começo de fevereiro. Isso porque o calendário chinês é diferente do nosso, então a cada ano a data pode ser diferente.Durante esse evento, são apresentadas várias representações tradicionais da cultura chinesa, como lutas, danças, roupas tradicionais e comidas típicas. Ele atrai pessoas de todo o país interessadas em conhecer um pouco mais sobre os costumes chineses, então é possível viajar de qualquer outra cidade e aproveitar essa festa.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.