Como começar uma marca própria de roupas e enxovais?

Você está começando uma marca de roupa ou de enxovais do zero? Ou ainda não começou, mas já decidiu que é realmente com esse segmento que você deseja trabalhar e está precisando daquela força inicial?

Você chegou no lugar certo! No artigo de hoje eu tenho certeza de que eu consigo te ajudar muito e vou te falar aqui várias coisas que eu levei anos para descobrir.

Então, vem comigo! Fala, pessoal! Para quem não me conhece, eu sou Marta.

Eu sou fundadora da marca Original de enxovais e roupas diversas e hoje a gente tem loja física, tem e-commerce de varejo, tem e-commerce de atacado também.

Dessa forma, hoje neste post você vai conhecer diversas dicas relevantes para ter sucesso no setor. E eu tenho muito orgulho de já ter ajudado milhares de pessoas a tirarem os seus projetos do papel e começarem realmente a vender roupas.

Mas hoje eu estou aqui no blog para poder pegar na sua mão e te ajudar a tirar esse projeto do papel.  

E, para começar as dicas, eu não seria eu se não falasse com você sobre fornecedores.

E a primeira dica é: encontre os melhores fornecedores de roupas e enxovais!

É simples! Brincadeiras à parte, é muito importante que você realmente encontre os melhores fornecedores de roupas, enxovais, cama, mesa e banho.

A não ser que você mesmo que vai confeccionar as suas roupas, ou você vai criar sua própria fábrica.

Mas caso esse não seja o são caso, sim, gente, você precisa dos melhores fornecedores.

É importante que você faça uma pesquisa com muita paciência!

Por isso, a minha dica para você é que, antes de você realmente comprar em grande quantidade para você poder revender, que você faça pequenas compras só para poder testar o produto, ver se a qualidade é de acordo com o que você espera e para poder ver um pouquinho sobre prazo de entrega.

Depois de ter seus fornecedores definidos, pense em como você vai divulgar o seu negócio.

Nesse sentido, os trabalhos de marketing digital são superimportantes para fazer com que o seu público conheça o seu produto, conheça a sua empresa e, é claro, consequentemente acabe comprando de você.

E, para isso, existem estratégias orgânicas, ou seja, aquelas que você não precisa de pagar, desembolsar dinheiro mesmo.

E essas estratégias, pessoal, devem conter otimizações da página com SEO e melhorias nas suas publicações, e no seu trabalho de marketing nas redes sociais.

E, além aí do tráfego orgânico, a gente também pode fazer o tráfico pago, que é realmente quando a gente vai investir em anúncio.  

E esses anúncios podem ser feitos no Google ou até mesmo nas redes sociais.

Neste caso específico de venda de roupas, a minha dica para vocês é utilizar bastante o Instagram e o Pinterest para poder fazer as suas divulgações.

Mas, é claro que também é super válido você usar o YouTube para divulgar, e os influenciadores digitais.

Terceira dica: trabalhe a sua marca de roupas, enxovais, ou de cama, mesa e banho

Além das roupas que você revende, dos seus produtos mesmo, o que faz a sua marca ser autêntica?

Sabemos que pode ser parecido com um trabalho só para as grandes empresas, o branding, ou seja, as cores, o logo, toda a sua identidade visual, até a forma como você se comunica, são importantes para desenvolver autoridade com clientes de seu negócio.

Neste sentido você deve considerar: qual é a sua missão, os seus valores, o seu propósito e quais são as vantagens das suas roupas.

Tente refletir também quais são os sentimentos e quais os adjetivos que você deseja ter reconhecidos nos seus produtos.

E o próximo passo para quem está começando uma marca de roupas e enxovais do zero é analisar a concorrência.

E agora que temos uma ideia boa de como que vai ser a sua marca, é hora de você olhar para os seus competidores diretos.

E vocês vão observar o que eles têm de bom e o que você pode fazer melhor do que eles, afinal, se você quiser se destacar, você realmente precisa fazer diferente.

Dica número 5: crie promoções para vender roupas e enxovais em qualquer temporada

Acredite as promoções formas excelentes de atração e retenção de novos clientes.

E nada melhor do que isso do que usar um cupom de desconto, ou uma política de frete grátis.

Algo que a gente faz na minha empresa que dá super certo é a gente oferecer algum tipo de brinde em uma compra, por exemplo, acima de R$ 299 o cliente vai ganhar um brinde exclusivo.

E por que que isso é tão importante?

Porque faz com que o   cliente queira comprar mais produtos para poder ganhar esse brinde.

E, com isso, acaba aumentando o seu ticket médio e, consequentemente, o seu

faturamento.

Próxima dica, porque aqui não tem enrolação.

Tenha atenção nas fotos e descrições de suas roupas e enxovais na descrição de sua loja virtual

Então, oh gente, é muito importante que você capriche nas fotos do seu produto e capriche na descrição desses produtos.

Lembre-se que, tanto as fotos, como a descrição do seu produto, precisam mostrar, explicar ali o produto do jeitinho que ele é, ok pessoal?

Pensa que o seu cliente, ele não está ali tocando no produto.

Por isso você precisa descrever tudo, gente.

Do que que ele é feito, como que é o caimento, se veste bem, com o que combina, ok?

Quanto mais informações você colocar lá na sua descrição, e quanto melhor for suas fotos, pode ter certeza de que vai te ajudar a fechar mais vendas.

Se você já aplicou tudo que eu falei aqui, é hora de caprichar nas embalagens.

Esteja atento a dois aspectos importantes: o primeiro é o tamanho e   o segundo é um material dessa embalagem.

E por que que eu estou falando isso, gente?

É importante que a   sua embalagem seja condizente ali com o tamanho do seu produto.

Então, vamos supor, se você vende um   produto que é uma blusa, gente, pequenininho, um cropped, digamos, pequenininho.

Por que que você vai colocar uma peça desse tamanho aqui dobrada em uma caixa desse.

Imagina como vai ser essa sensação, quando chegar na casa do cliente, ele abrir a caixa e ver que o produto está todo meio que jogado ali, né.

Por isso, é importante que a sua embalagem esteja sempre adequada ao tamanho das roupas e enxovais

E, além disso, se você tem um produto pequenininho e vai colocar numa caixa grande, você vai acabar pagando um frete muito mais caro do que a necessidade, né?

E aqui gente, uma coisa que é superimportante é aquela sensação do unboxing mesmo, sabe?

Que é aquela coisa do cliente abrir a caixinha e sentir todo o seu carinho ali na hora de enviar aquele produto para ele.

E o outro aspecto que eu comentei com vocês é o material da embalagem.

Então é você   pensar se você vai enviar numa caixa de papelão ou se vai ser naqueles saquinhos invioláveis.

Então, é importante você colocar as duas possibilidades aí na ponta do lápis, tá, até porque eles têm valores diferentes.

O saquinho inviolável é mais barato do que a caixinha, mas o efeito visual da caixinha é   melhor.

Então pensa aí na proposta da sua marca e coloca tudo na ponta do lápis.

E é claro que o   ideal é que o seu cliente não precisa fazer uma troca ou devolução, mas se caso isso acontecer, é muito importante que você tenha políticas de

trocas e devoluções muito bem definidas, que sejam claras e que seja um rápidas.

A troca ou a devolução são uma excelente oportunidade para você fidelizar o seu cliente porque ele realmente pode ficar encantado com seu atendimento.

O Código de Defesa do Consumidor alerta sobre o direito de arrependimento em até 7 dias após a chegada dos produtos ou serviços entregues ao cliente.

Então, pessoal, vemos que em até 7 dias, se o cliente não gostou, não serviu, ou por qualquer outro motivo, ele quiser devolver esse produto, você precisa aceitar essa devolução e você precisa devolver o dinheiro para o seu cliente.

Mas, é claro que nessa ocasião você pode tentar oferecer uma troca ao invés de fazer devolução.  

Se o seu cliente topar, ótimo. Mas senão, gente, saiba que você é obrigado a fazer a devolução, sim.

Finalizando as dicas!

E aí, anotou todas as dicas que eu passei com vocês aqui hoje para vocês poderem fazer um checklist?

Esse foi um artigo convidado do site Será Que Pode.

Se você gostou deste conteúdo e quer saber como montar uma loja virtual de roupas e enxovais do zero, seguindo um passo a passo detalhado e gastando pouco dinheiro, eu tenho uma ótima notícia para você: já temos esse conteúdo em nosso site.

Neste mês nosso conteúdo em destaque fala sobre perguntas de leitores, como essa: Quero revender enxovais consignado, o que fazer?

Te vejo em breve, desejo sucesso!

1 comentário em “Como começar uma marca própria de roupas e enxovais?

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.