O que é e como ter sustentabilidade financeira?

Embora o número de dívidas tenha aumentado no fim do ano, o interesse do brasileiro em limpar o CPF também aumentou. Isso mostra uma tendência em se preocupar com a educação financeira. Saber como sair das dívidas ajuda na saúde mental e evita gastos desnecessários, mas ter sustentabilidade financeira é dar um passo maior para manter a saúde do bolso.

Alcançar a sustentabilidade financeira é conseguir administrar os recursos financeiros disponíveis e terminar o mês no azul. Embora possa parecer difícil, nunca é tarde para manter uma ótima relação com o dinheiro. Economize seu dinheiro, compre com desconto. Acesse o daazcavernas e peque seu cupom de desconto.

Conheça os 4 G’s

O conceito de sustentabilidade financeira é muito utilizado em empresas. Na rotina doméstica, ele pode ser resumido a não gastar mais do que se ganha. Isso pode parecer fácil, mas para quem não está acostumado a manter o controle com as finanças, não é tão simples.

Pensando nisso, a educadora financeira Carolina Ligocki definiu o conceito de sustentabilidade financeira em quatro palavras que começam com a letra G: gerar, gastar, guardar e ganhar.

  • gerar: ter alguma renda que possa garantir dinheiro. Pode ser até uma renda alternativa, que possa aumentar os lucros no final do mês e evitar que o consumidor mexa na principal (na maioria dos casos, o salário);
  • gastar: usar o dinheiro de maneira consciente é um dos maiores desafios financeiros que existem. Afinal, como evitar supérfluos e, ao mesmo tempo, não se sentir apenas pagando boletos?
  • guardar: uma das maiores dificuldades do brasileiro é guardar dinheiro. Embora baixos salários também dificultem esse processo, um dos fatores que mais atrapalham é viver um degrau acima da real situação financeira;
  • ganhar: não é necessariamente trabalhar para conseguir dinheiro, e sim fazer com que esse dinheiro trabalhe para o dono. Investimentos como o Tesouro Direto são seguros e com rendimento muito maior do que poupança.

Faça um orçamento mensal

Conhecer suas despesas e receitas mensais é essencial para saber se não está gastando mais do que ganha. Com uma planilha de gastos, é possível fazer um orçamento mensal e descobrir o quanto se gasta em contas e com outros segmentos do dia-a-dia. Assim, é possível descobrir quais os principais “ralos” de dinheiro — que, muitas vezes, nem são conhecidos pelo consumidor.

Uma planilha de gastos ajuda a prevenir dívidas. Anotando periodicamente os gastos (uma vez por semana, por exemplo), é possível alcançar a sustentabilidade financeira com muito mais rapidez.

Adote o sistema 50 30 20

Muitas pessoas não entram em estabilidade financeira porque não sabem definir limites para seus gastos. Uma forma inteligente de conseguir é por meio do sistema 50 30 20, em que 50% da receita mensal é voltada para pagar contas essenciais à subsistência, 30% para contas eventuais (delivery, streaming, transporte particular e cinema, por exemplo) e 20% devem ir para uma reserva de emergência ou investimentos.

Pague à vista

O cartão de crédito pode ser um aliado de quem deseja juntar dinheiro. Para quem aderiu a um sistema de pontos, pagar as parcelas é uma forma de economizar na compra de itens ou em passagens aéreas. Porém, é preciso saber usar.

Um problema muito comum é fazer diversas pequenas compras durante o mês com o cartão e, quando a fatura fecha, levar um susto com o valor. O ideal é deixar o recurso para compras grandes, como eletrodomésticos, ou para momentos de aperto durante o mês.

Mas para quem deseja acumular pontos, o melhor é usar o cartão tendo o dinheiro para comprar o item em cash. Assim, o usuário faz a compra e paga logo depois. Ele mantém o controle das finanças, ganha pontos e não leva sustos  com a fatura.

Atenção ao aluguel

Para quem deseja alugar ou financiar um imóvel, uma boa dica é não sair despreparado. O ideal é sair com uma reserva de dinheiro que garanta pelo menos 6 meses de sobrevivência caso haja alguma atribulação financeira (desemprego, por exemplo). Juntar essa quantia é uma forma de definir objetivos financeiros, o que evita dívidas, ajuda a economizar e mantém o indivíduo em sustentabilidade financeira.

1 comentário em “O que é e como ter sustentabilidade financeira?

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.